Você quer comprar casa mais barata e com valor acessível ao seu orçamento?

Para muitas famílias adquirir uma casa ou apartamento é algo difícil.

O motivo desse obstáculo é o preço dos imóveis no Brasil.

Esse é um mercado bem variado, atualmente, é possível encontrar casas e apartamentos com preços populares.

Confira nesse artigo como você pode comprar casa mais barata com nossas dicas.

Comprar casa mais barata: Dicas importantes

Veja as orientações para comprar casa que caiba no seu orçamento:

  • Tudo parte de uma boa pesquisa: O passo inicial para comprar uma casa barata é pesquisar. Hoje existem muitas maneiras de você analisar desde localidade, cômodos e preços de um imóvel. Você tem a disposição sites especializados, e em muitos casos, pode visitar o empreendimento para conferir a planta ou um apartamento pronto
  • Os leilões têm boas opções: é outra boa forma de adquirir sua casa própria. Além de mais baratos, os imóveis leiloados são seguros, e você não terá problemas com documentação. Esse processo é formalizado por meio de edital, e todas as informações das propriedades leiloadas são mencionadas. É muito comum que pessoas que juntam dinheiro recorram aos leilões para comprar um imóvel
  • Programas federais: como o extinto “Minha Casa Minha Vida” permitem que pessoas de todas as classes comprem imóveis. Entretanto, tais projetos são cercados de critérios que você precisa cumprir para obter as vantagens. Aqui, por exemplo, é normal o governo subsidiar uma parte do valor da casa ou do apartamento
  • Siga aos feirões de imóveis: as imobiliárias fazem promoções em eventos como os feirões. A orientação é visitar todos os expositores, e conhecer suas condições. É oportunidade real de sair já com o imóvel comprado ou com financiamento fechado, pois as empresas se alinham com instituições bancárias
  • Busque ajuda de profissionais: a experiência de corretores de imóveis ajuda você a economizar tempo. Certamente, vão indicar casas e apartamentos na faixa de preços que atendem suas expectativas
  • Verifique o custo real do imóvel: muitas vezes o valor venal não embute custo do IPTU e outras taxas. Então, dentro de sua pesquisa não esqueça destes detalhes
  • Construir pode ser mais barato: ao invés de adquirir um imóvel uma possível solução para seu orçamento, é construí-lo. Claro que você precisa já ter um terreno, ou investir na aquisição de um. Depois é levar à ponta do lápis todos os custos com materiais e mão-de-obra. Nem sempre é garantia que a construção será melhor a melhor alternativa, mas é uma opção.

comprar casa

Pagar à vista ou financiar?

Dois aspectos rodeiam o ato de adquirir um imóvel: forma de pagamento e documentação.

Pagar à vista e financiar são as duas formas mais frequentes de comprar uma casa.

A primeira é bem mais difícil, mas não impossível, poupar um dinheiro durante anos, é estratégia para muitos.

Por outro lado, recorrer ao financiamento é uma maneira comum, para ter um apartamento ou casa.

Segundo o Diário do Nordeste, em 2020 e 2021 graças a Selic, os juros dos financiamentos têm baixado.

Optando por essa modalidade é necessário atenção aos seguintes detalhes:

  • Instituição bancária – Escolha um banco seguro, no qual já tenha uma boa relação, ou tenha conta
  • Alíquotas aplicadas – Antes de assinar o contrato, confira todas as taxas e juros que são inseridos na prestação
  • Prazo para quitação – Analise o tempo oferecido para finalizar o financiamento. É importante que esteja adequado ao seu planejamento financeiro
  • Valor da parcela – Só assuma uma parcela que possa pagar. Decerto, a própria instituição financeira vai fazer esse tipo de avaliação, mas nunca é demais reforçar
  • Programas governamentais – Iniciativas como o “Programa Casa Verde e Amarela” são excelentes para conquistar seu imóvel.

Já quando o assunto é a documentação para compra da casa, a lista que você precisa levantar consta:

  • Documentos pessoais – Aqui a lista pode ser extensa, sobretudo quando existem cônjuges ou herdeiros. Mas, normalmente, você apresenta CPF, RG, certidão de casamento e comprovante de residência
  • Informes de renda – Para solicitar um financiamento é necessário mostrar comprovantes de renda ou de vínculo empregatício
  • Certidões – São documentos que ajudam a confirmar se o imóvel tem débitos pendentes, ou estão comprometidos em algum processo judicial
  • Contrato – Serve para prover segurança às partes envolvidas (comprador e vendedor).

Usando esse checklist você não terá problema para fechar esse tipo de transação.

Aproveite bem essas dicas, só assim você vai comprar casa mais barata do que o normal!

Acompanhe nosso blog e fique sempre informado!