Para fechar um negócio pode ser exigido por algumas imobiliárias um fiador de aluguel, uma pessoa capaz de assumir as responsabilidades do locatário, sejam elas financeiras ou até mesmo judiciais.

A fiança é uma das modalidades mais antigas de assegurar que o inquilino cumpra com o seu compromisso de pagamento da dívida.

Caso o locatário da propriedade não efetue as suas obrigações, o responsável por quitar esses débitos é o fiador do imóvel, como pagamento do aluguel, contas de água e de energia.

Isso é feito como uma forma de garantia e segurança para que o locador não tenha prejuízos.

Mas você sabe quem pode ser fiador, quais são as suas responsabilidades?

Acompanhe a leitura deste artigo que te explicaremos tudo sobre o fiador de aluguel.

Fiador de Aluguel: Quem pode ser?

Qualquer pessoa física ou jurídica pode ser um fiador de aluguel, bastando estar em dia com os seguintes requisitos:

  • Ter mais de 18 anos
  • Possuir renda
  • Ter pelo menos um imóvel quitado no seu nome e que atenda a todos os outros requisitos exigidos pelo dono do imóvel ou pela imobiliária
  • Demonstrar que possui condições de se responsabilizar pelas dívidas do locatário
  • Fornecer documentos de posse de bens.

Cada locador ou imobiliária irá estabelecer os critérios para ser um fiador daquele imóvel, podendo variar de um para o outro.

Normalmente, é preciso ter uma renda líquida três vezes maior que o valor mensal do aluguel, adicionado das despesas referentes a locação, como condomínio e IPTU.

Em algumas situações pode ser exigido que o fiador também possua o nome limpo.

Se o fiador for casado, o cônjuge também precisa estar ciente da fiança, por conta do possível penhor da propriedade, caso seja necessário.

Se o fiador for uma pessoa jurídica, o contrato da empresa deve permitir a fiança, mas apenas o responsável pela companhia pode assinar o documento.

Além de atender a todos os requisitos, o fiador precisa se apresentar e fornecer as documentações, como:

  • Extratos bancários
  • Identidade
  • Declaração de imposto de renda
  • Matrícula do imóvel.

Assim, o fiador deve conceder as assinaturas para o fechamento do negócio, sendo capaz de assumir possíveis débitos por parte do locatário, podendo ser um fiador subsidiário ou solidário.

O fiador subsidiário só será contatado para se responsabilizar pelas despesas após a execução de todos os bens do locatário titular.

Já o fiador solidário pode ser contatado a qualquer momento para responder pelas dívidas do inquilino.

fiador de aluguel

Como conseguir um fiador?

Muita responsabilidade e riscos estão envolvidos nesse processo, sendo difícil encontrar pessoas que realmente queiram participar dessa prática.

Embora pareça uma tarefa difícil, ela não é impossível, principalmente se você possuir amigos e familiares próximos.

Confira as dicas abaixo para te auxiliar a conseguir um fiador de confiança.

Transparência

Ser transparente e explicar a situação de forma clara e objetiva pode ser decisivo para ganhar a confiança de alguém.

Pois o fiador precisa entender todas as condições do contrato e do contexto em que se encontra, como os possíveis riscos e os motivos que fazem aquele aluguel ser essencial para você.

Garanta que pode pagar o aluguel

Após falar abertamente sobre a situação, demonstre que você tem formas de pagar mensalmente o aluguel e as despesas da locação.

Converse a respeito do seu emprego, valores salariais, reserva financeira, orçamentos e até mesmo planejamentos em momentos de crise.

Convença-o de que você é consciente e responsável com os seus compromissos, fazendo o possível para não provocar prejuízos para o fiador.

Amigos e familiares

Buscar por amigos e familiares pode ser uma das formas mais fáceis de conseguir um fiador, visto que eles já conhecem o seu caráter e comprometimento, possuem uma relação de confiança e de reciprocidade, onde ambas ajudariam uma à outra.

Apesar de ser mais simples conseguir um fiador quando já existe alguém próximo, as etapas anteriores também são importantes para que eles conheçam a sua intenção.

Ficou claro sobre ser fiador de aluguel? Deixe suas dúvidas nos comentários!

Acompanhe mais artigos no nosso blog!