O Espírito Santo é algum comum e conhecido, principalmente dentro da doutrina do catolicismo.

Dentro da religião católica, a pergunta mais correta a se fazer seria: Quem é e o que ele representa?

Isso porque, para muitos católicos, pode ser descrito como um ser que possui emoções, capaz de pensar e realizar atos de natureza divina.

Mas será que é isso mesmo?

Confira nessa leitura todas as informações citadas na bíblia sobre o Espírito Santo.

Espírito Santo de acordo com a bíblia

A bíblia descreve o Espírito Santo como um poder de Deus em ação, tornando-se, assim, a força ativa de Deus.

É retratado dentro da bíblia, que Deus enviou seu Espírito para salvar aqueles que precisavam de salvação.

A palavra espírito, em pensamentos bíblicos, é uma tradução do hebraico Rú-ahh.

Dentro da bíblia, estes termos estão sempre se referindo a uma enorme e ativa força de Deus, podendo significar:

  • Fôlego: Revelação (Apocalipse) 13:15
  • Vento: Gênesis 8:1
  • Força de vida: Gênesis 6:17
  • Disposição e atitude de uma pessoa: Números 14:24
  • Corpo espiritual (Deus e anjos): 1 Reis 22:21.

Esses significados dentro do conceito estão sempre representando uma única ideia, a de que algo totalmente invisível aos olhos humanos, pode produzir um efeito visível aos olhos de Deus.

No entanto, dentro da bíblia é possível encontrar outra definição, já que em muitas passagens, referido como As mãos de Deus, essa referência pode ser encontrada em:

  • Salmo 8:3; 19:1
  • Lucas 11:20
  • Mateus 12:28.

De acordo com a bíblia, ele não é uma pessoa.

Em muitas passagens, a bíblia cita-o como sendo: mãos, dedos ou fôlego de Deus.

Como diz a bíblia, as mãos de um artesão podem tecer sozinhas, através do direcionamento de Deus sobre elas.

A bíblia também faz uma comparação com a água, comparando o espírito com ela, ao mesmo tempo em que também é associado ao tamanho da fé de uma pessoa cristã.

Essas comparações são capazes de mostrar o tamanho da sua natureza impessoal, dando a ele vários entendimentos e propósitos.

Muitos cristãos acreditam que dizer que o espírito santificado é uma pessoa que faz parte de uma trindade é um conhecimento errôneo e equivocado.

Personificá-lo através da bíblia é levantar provas de que ele, na verdade, é um ser andante e carnal, de acordo com os preceitos e pensamentos cristãos, este também é um conceito errado sobre o que ele.

espírito santo

O que esse espírito faz?

O espírito é considerado uma luz capaz de capacitar as pessoas e conduzi-las a viver uma vida mais cristã, mas, muitos o associam a:

  • Manifestações
  • Sensações
  • Milagres
  • Línguas estranhas
  • Curas.

Entretanto, ao avaliar com mais atenção todo o discurso de Jesus relacionado ao espírito (Jo 14-16), nota-se que esses elementos não são citados.

Na passagem, Jesus o chama de “Espírito da verdade”, ele é o único capaz de ser 100% verdadeiro.

No antigo testamento, esses episódios de manifestação foram observados em diversas vezes:

  • Ao capacitar José para que ela interpretasse o sonho de Faraó (Gênesis 41.34)
  • Ao dar habilidade e inteligência a Bezael e Aoliabe (Êxodo; 36.1)
  • Quando capacitou Gideão na liderança (JZ 14.6)
  • Quando falou através dos profetas (Isaías 48.16).

A bíblia realmente retrata o quanto o espírito atuava e transformava a vida desses homens.

Afinal, uma das manifestações desse poder é através de dons e ações de fé que até hoje são realizados.

Não existe uma resposta de natureza exata para quem ou como recebe-lo.

Muitos acreditam que o recebem no momento de nascimento, é difícil identificar, de fato, quando isso ocorre.

Crer nos sacrifícios de Cristo, viver uma vida longe do pecado não é considerado uma forma de recebê-lo, pode revelar que ele está atuando nessas pessoas.

Se uma pessoa deseja que o Espírito Santo atue nela, é um grande sinal de que já está atuando, ele é um ser de morada, que habita cada um dos consagrados filhos de Deus.

Quer mais conteúdos religiosos para enriquecer sua leitura? Acompanhe o nosso blog!