Dicas de estudo são bem-vindas para estudantes de todos os níveis, sobretudo, para aqueles que desejam melhorar a organização e aumentar a eficiência.

Muito se fala da importância de planejar uma rotina de estudos.

Mas, qual a maneira certa de criar um cronograma para estudar?

Será que preencher um turno inteiro com uma disciplina é a coisa certa a fazer?

Essas são questões sempre levantadas e que as ciências comportamentais buscam responder.

Na nossa lista das dicas de estudo, estão incluídas desde orientações de concentração até a importância de atividades complementares.

Dicas de estudo que fazem a diferença

Abaixo estão algumas dicas de estudo que vão te ajudar em qualquer situação que precisar.

Elaboração do cronograma

Independente do nível que esteja, montar uma programação de estudos é essencial.

A orientação é usar o calendário normal para traçar seu cronograma.

Daí em diante é definir dias e horários para cada disciplina.

Não seja inflexível, se permita estudar ou ler outros assuntos se achar pertinente.

O fundamental desse tipo de planejamento é você firmar um compromisso e se dedicar para alcançar seus objetivos.

A importância dos materiais impressos

Mesmo numa época que prevalece a tela de smartphones e tablets, estudar com ajuda de livros ou apostilas físicas vai te ajudar no aprendizado.

De acordo com pesquisadores do departamento de psicologia da universidade de Leicester, estudantes que estudam por aparelhos eletrônicos necessitam de maior repetição para compreender os assuntos.

Já aqueles que preferem os impressos, assimilam melhor os conteúdos das diferentes disciplinas.

Reforce as aulas mais recentes

Dentre as dicas aqui mencionadas, essa é importante para o aprendizado e ao mesmo tempo auxilia na montagem do cronograma.

A recomendação é que você estude a aula mais recente, isso porque a possibilidade de guardar o conteúdo é de 80%, o que não acontece se você deixar para estudar toda matéria perto da prova.

Você pode estabelecer sua programação de acordo com as aulas do seu colégio ou faculdade.

Só para ilustrar, se viu na escola temas ligados à história, quando estiver no seu momento de estudo, faça leituras do mesmo assunto.

Estudar cansado não é errado

Alguns cientistas dizem que estudar antes de dormir favorece a assimilação de novos conhecimentos, essa é a teoria do Aprendizado do Sono.

Você pode separar esse momento para revisar os assuntos do dia, por exemplo.

Variedade nos temas estudados

Ao estudar sobre a história do Brasil no período colonial, que tal analisar a Europa na mesma época?

Esse tipo de dinâmica é recomendada por muitos pesquisadores do comportamento.

O objetivo é fazer correlações e demonstrar que você, mesmo mudando de foco, não esquece os conteúdos lidos inicialmente.

Estude ao ar livre

Ter um lugar exclusivo para estudar é regra geral, ao menos uma vez na semana você pode ir ler em uma praça ou local público que favoreça a leitura.

Muitas vezes a repetição do mesmo ambiente compromete a concentração e você necessita de um novo espaço para renovar as ideias.

Se sua casa tiver jardim ou varanda, isso já é suficiente.

Repasse seu conhecimento

Entre as dicas citadas, está o de assumir o papel de professor.

Ensinar colegas ou até mesmo simular aulas imaginárias, contribui para você cadenciar assuntos e claro é a possibilidade de praticar mais.

Esse tipo de exercício favorece a sua memória, consolidando tudo o que você aprendeu.

Mantenha longe as distrações

Atualmente ficar longe do smartphone é difícil, porém em períodos de estudos será fundamental manter distante o aparelho.

As distrações com redes sociais e apps mensageiros comprometem qualquer estratégia.

Você não vai se concentrar devidamente e aspectos importantes da leitura podem passar despercebidos.

Dentro do seu cronograma estabeleça intervalos para olhar rapidamente o celular, isto é uma boa saída.

Aprenda inglês de uma maneira mais interativa! Conheça o Duolingo!

dicas de estudo

Métodos de aprendizado

Existem muitos sistemas de estudo que ajudam você na caminhada acadêmica ou pré-ENEM, sendo dois bastante conhecidos:

  • Sistema Pomodoro – Método que foca na maneira de estudar. Aqui o estudante estuda por 25 minutos e interrompe por 5. Esse ritmo se repete 4 vezes, e em seguida o intervalo deve ser de meia hora. A técnica auxilia na gestão de tempo
  • Sistema Leitner – É como se fosse um jogo da memória. Você cria cartões com perguntas e tenta respondê-las, se acertar, separa numa “caixa de acertos”, se errar, devolve para “caixa de erros”. O objetivo é reforçar os estudos nos temas que têm mais dificuldade.

Essas dicas de estudos podem ser aprimoradas por você, mas o fundamental é se comprometer com o que estabeleceu como objetivo.

Acompanhe mais artigos interessantes no nosso blog!